Voltar

Notícias e Eventos

Últimas entradas sobre a nossa atividade

07 setembro 2020

Implantes dentários: devolução da estética, função mastigatória e autoestima

A Medicina Dentária moderna tem como objetivo restabelecer saúde, conforto, estética, função e fala normais à pessoa. Há diversos métodos de reposição dentária, com próteses removíveis e próteses parciais fixas sobre dentes, mas estas técnicas convencionais possuem limitações. Os implantes dentários tornam possível a reabilitação fixa de perdas dentárias simples até casos complexos de atrofia dos maxilares.

Consequências das perdas dentárias
Uma única perda dentária já pode ser suficiente para causar desarmonia de todo o sistema muscular. A perda de vários dentes pode desencadear dores de cabeça, dores musculares, problemas gastrointestinais e desnutrição para além de dificuldades mastigatórias, fonéticas e muitas consequências estéticas, como envelhecimento facial (redução da altura da face, rugas mais profundas) e aparência de infelicidade.

Os implantes dentários funcionam como se fossem as raízes dos dentes naturais. Quando bem posicionados, transmitem as forças mastigatórias aos ossos maxilares e estimulam a remodelação óssea, prevenindo a atrofia.

O poder dos dentes
Há diversos estudos que relatam que adultos com perdas dentárias são socialmente menos ativos, têm menos qualidade de vida, aumento dos sintomas depressivos e aumento da solidão em comparação com adultos com todos os dentes. Pesquisas apontam para o facto de que pessoas sorridentes são sinónimo de sucesso pessoal e profissional. Dentes fixos trazem maior confiança ao falar, sorrir e mastigar.

A cirurgia para a colocação de implantes
Trata-se de uma técnica especializada, que requer um planeamento adequado com auxílio de exame clínico e de imagens (radiografias, tomografias computadorizadas). É uma abordagem indolor, minimamente invasiva, geralmente realizada sob anestesia local. Nos casos em que o doente apresenta um alto nível de ansiedade ou alguma doença crónica que exige maiores cuidados, pode-se optar pela sedação em bloco operatório, uma das vantagens da Medicina Dentária em ambiente hospitalar.

Colocação dos dentes
O processo de integração do implante no osso (cicatrização óssea) demora cerca de 3 a 6 meses dependendo da qualidade óssea do doente bem como da técnica cirúrgica e implantes utilizados. Após este período, pode-se realizar a prótese definitiva. Mas, sempre que possível, a cirurgia é finalizada com a colocação de uma prótese provisória, de preferência fixa ao implante.

Limite de idade
Crianças e adolescentes não podem fazer reabilitações fixas, portanto os implantes dentários só devem ser colocados em maxilares que completaram o crescimento. Por outro lado, não há limite de idade em idosos, desde que não apresentem fatores de risco médico significativos.

Cuidados após o tratamento
Check-ups regulares e higiene oral cuidadosa são fundamentais para manutenção da saúde oral, seja em dentes naturais ou artificiais/ /protéticos. Com estes cuidados, os seus implantes podem durar a vida toda.
Trate da sua saúde oral no Trofa Saúde e conte com uma equipa de Médicos Dentistas com vasta experiência, altamente diferenciada e como acesso aos mais diversos meios de diagnóstico e terapêutica para um resultado mais eficaz. Neste serviço disponível em todas as unidades Trofa Saúde, em horário alargado e num ambiente confortável, faça todos os procedimentos dentários de que necessita, na segurança de um ambiente hospitalar.

Redigido por Dr.ª Ana Beatriz Castro (OMD12523), Médica Dentista no Trofa Saúde Boa Nova (em Matosinhos), com formação em Implantologia

Voltar

26 outubro 2020

O Terapeuta Ocupacional pode ajudar o meu filho?

22 outubro 2020

O que precisa de saber sobre Hemorróides

06 outubro 2020

Menopausa: uma nova vida